17 Setembro 2008

É tudo tão relativo

Meti a mão no bolso das calças quando esta manhã percebi que tinha deixado a carteira em casa, em busca de umas providenciais moedas que me permitissem pagar a bica no café da aldeia. Lá estavam elas, perfazendo um euro e trinta e seis cêntimos. Não necessitei de recorrer a nenhuma operação de crédito (embora estivesse tacitamente aprovada). Em termos de mera escala, a minha análise de risco e o meu potencial de negócio financeiro são melhores que os da AIG, da Goldman Sachs ou da Stanley Morgan. E só para comemorar, bebi duas bicas! O que foi considerado um mau investimento pelo próprio dono do café.

2 comentários:

botinhas disse...

Lamento, mas não estou a par da evolução dos mercados de futuros do café.

Simão de Deus Correia disse...

Consta que o Sr. do café, caso concedesse o crédito e se o mesmo se considerasse incobrável, poderia receber directamente da Casa Branca em Washington um cheque de 200 Milhões de Doláres para equilibrar as coisitas. Só para não entrar em colapso. Alguém me sabe dizer se as bicas são cotadas no Dow Jones? Ou são PSI20?